terça-feira, 19 de outubro de 2010

"Porque amor é justamente isso, é ficar inseguro, é ter aquele medo de perder a pessoa todo dia, é ter medo de se perder todo dia. É você se ver mergulhado, enredado, em algo que você não tem mais controle…"


(Fabrício Carpinejar)


(entende-se que esse sentimento está, humanamente, muito, escasso. E eu venho tentando sair fora de tudo...Talvez por dias, pode ser?)

2 comentários:

  1. Continuo acompanhando seu blog, mesmo quando não fico tecendo nenhum comentário. Mas seus últimos posts têm sido meio enigmáticos.

    Cilênio

    ResponderExcluir
  2. Olha, continuo postando cinco poemas diarios em meu blog, http://lenjob.blogspot.com, mas vim apresentar o meu castelo, http://castelodopoeta.blogspot.com, que é interativo, com poemas de outros poetas, videos, curtas, entrevistas, exposições e etc..., sempre de arte, fotografia, moda e esportes alternativos e queria sua visita lá. Aguardo!
    Atenciosamente,

    João Lenjob

    Predicativo
    João Lenjob

    Acordo em metominia
    Vivo em prosopopeia
    E durmo poesia
    Te amo em soneto
    Te conquisto em prosa
    Te caso em conto
    E em romance te vivo
    Te quero em versos
    Te faço em rimas
    Te dou um sujeito
    Te quero meu predicado
    Te encho de predicativos
    Sinto-te intenso um adverbio
    E aprecio teus adjetivos
    E quando te conheci percebi:
    Eras a minha somada conjunção.

    ResponderExcluir